quarta-feira, 18 de abril de 2007

Paradela (1)

Há alguns anos atrás, num passeio por Paradela, um miúdo espreitou por uma pequena janela para a rua. Como andava sempre "armado", levantei a objectiva e, sem esperar um segundo, disparei esta fotografia. Durante muito tempo tive muito orgulho nela e continuo a achar que foi um momento feliz.
Esta criança deve ser já hoje adulto. Quem sabe não se reconhece, espreitando à janela?!

5 comentários:

Li Malheiro disse...

Olá caro caminheiro.
Paradela era nessa altura um cenário muito interessante quando se observava cá de cima da curva. Quando se caminhava pela rua entre as casa envelhecidas parecia um outro mundo. Hoje está mudada, como estará o miúdo da janela, há casas novas e outras restauradas, mas a curva mantém-se.
Um abraço.
Li Malheiro

Anónimo disse...

pois a foto não para nimguém se orgulhar só que o amigo deveria colocar a data em que foi tirada quem sabe se de repente se identifica o menino ok um abraço ARNALDO

graciosa disse...

É verdade hoje em dia este rapaz ja é um aduto, ja tem 28 anos e chama-se Manuel Carlos, é o meu irmão. esta foto trans-me muitas recordações de tempos muito felizes q vivemos naquela casa, que hoje em dia ja foi restaurada. Obrigada por esta linda foto, e por as recordações nela expressas.

Rikardo disse...

realmente qm diria q est rapax e meu primu... nao se compara nada a agora pois na foto parece sussegado agora susegado e q el nao e mas tudo muda e boa idad dele na altura ateja eu tenhu soldades dessa idade...

Anónimo disse...

Se é em paradela tens sorte em nao ter levado um tiro...
Naquele tempo o testa de ferro ainda tinha muito arsenal activo.