domingo, 5 de julho de 2009

Casa Dona Urraca, em Vilarinho da Castanheira

Passei grande parte do dia 27 de Junho em Vilarinho da Castanheira. Tive a oportunidade de conhecer a Casa Dona Urraca, espaço vocacionado para o Agroturismo e também dar um largo passeio pela aldeia do Vilarinho, terra grande, cheia de locais, pessoas e histórias que dá gosto Descobrir.
A Casa Dona Urraca foi buscar o seu nome ao facto de, supostamente, aí ter dormido Dona Urraca, esposa do Rei de Portugal D. Afonso II. É constituída por duas habitações independentes, alguns espaços comuns e anexos ligados à produção vinícola, criação de animais, etc. Todas as construções estão cuidadosamente recuperadas, formando um conjunto muito agradável, onde o granito a madeira e a verdura se combinam em espaços convidativos ao repouso.
No exterior apreciei os canteiros cheios de rosas, hortênsias e alfazema e um espaço relvado onde se encontra a piscina. Mais à frente existe um lagar e a adega, onde repousam vinhos generosos há muitos anos, em pipos de madeira de carvalho.
A casa principal tem dois alpendres, em madeira, um dirigido para nascente e outro para poente. É o local certo para um lanche, depois de alguns mergulhos na piscina, assistindo ao movimento descendente do sol que se esconde por detrás das casas da aldeia. Na cave há um grande espaço para jogos e sala de estar onde se pode ler, ver televisão ou ouvir música. Como estamos em Trás-os-Montes as lareiras são frequentes, havendo uma em quase todos os espaços comuns. A lareira é um elemento importante para criar um espaço aconchegado no Inverno, pelo calor, mas também pela atmosfera que cria. No piso superior há vários quartos, uma cozinha e uma sala de jantar.
Outra habitação, totalmente independente, oferece 4 quartos, uma sala de estar (com biblioteca) e uma sala de jantar. Tudo num ambiente rústico, tradicional, sem descurar o conforto.
Para sul estendem-se os terrenos agrícolas da Casa, onde predomina a vinha, mas há também hortas, amendoeiras e outras árvores de fruto. Em volta das casas há velhas alfaias expostas, carvalhos, pinheiros e cedros onde as aves gostam de fazer os seus ninhos.
Chegou-me ainda o tempo para percorrer as ruas mais recônditas da aldeia, mas, delas falarei noutra oportunidade.

Sitio Web da Casa Dona Urraca

3 comentários:

Anónimo disse...

Conheço muitas casas de agro-turismo e turismo rural da região, mas inda não fui acolhida tão amavelmente como nesta...atrevo me a dizer que é a amlhor quinta de turismo do nordeste transmontano, quer pelas paisagens envolventes (uma aldeia tão airosa como é o vilarinho)quer pela hospitalidade das suas gentes...um bem aja a todos

euroluso disse...

Quem sabe se não fica aqui uma ideia para uma noite nesta casa!

Ponto+ disse...

É uma ideia a considerar. Eu conheço a terra, a casa e a paisagem. É de facto um espaço muito agradável, acolhedor e digno de se visitar.
Cumprimentos.
Lália G.