quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Festa de S. Bárbara - Zedes

Decorreu no passado fim-de-semana, em Zedes, a tradicional festa de Verão em honra de S. Bárbara. Com uma programação distribuída pelos dias 6, 8 e 9, houve momentos desportivos, recreativos, e, é claro, religiosos, que são, sem dúvidas, os momentos mais altos de todos os festejos.
Na Sexta realizou-se um encontro de futebol feminino. Ao início da noite actuou o Rancho Folclórico os Mursenses, enquanto o recinto se foi enchendo de gente para o primeiro arraial. A noite esteve muito fria, mas, mesmo assim, foi bastante animado.

No Sábado foi a vez dos homens mostrarem as suas capacidades num jogo de futebol amigável entre Zedes e Pereiros. Ao início da noite deu-se a actuação de mais um rancho folclórico, desta vez o Rancho Folclórico de Saboroso de Aguiar.
A arraial foi abrilhantado pelo grupo musical Sobaile. Esta noite teve como novidade a Festa da Espuma. Apesar do frio que se fazia sentir, pequenos e graúdos fizeram a festa, dançando na espuma e fazendo todo o género de brincadeiras. Se a temperatura ambiente fosse outra, certamente haveria muito mais pessoas a experimentar essas emoções.
O início da manhã de Domingo foi animado com a chegada da Banda Filarmónica de Vila Flor. Às dezassete horas e trinta minutos iniciou-se a Eucaristia, acompanhada pela banda de música que tocaram e cantaram cânticos. No final uma majestosa procissão percorreu as principais ruas da aldeia. Foram mais de uma dezena de andores e muitas figuras, que, a passo lento, ao som da música da banda, levaram mais de uma hora antes de regressarem à igreja matriz, quando a noite se aproximou.
O arraial do terceiro dia esteve a cargo do grupo musical Estrelas da Noite. A noite esteve mais amena e o arraial pertenceu praticamente por inteiro ao povo de Zedes.

Imigrantes e residentes viveram com muita intensidade estes três dias de festa. Já se fazem planos e contactos para que a festa do próximo ano seja tão ou mais animada do que a que acabou de ser viver em Zedes.

2 comentários:

susana disse...

Mais uma vez parabens...É um espectaculo ver a forma brilante como este senhor dá enfase a estas romarias que são tao tipicas desta região nesta epoca do ano...Gostei de ver o prof. Anibal e a prof. Eulália a dançar...Bem Ajam

Xo_oX disse...

Eu também acho as romarias fantásticas... é pena que não posso ir a todas. No próximo fim de semana são aos magotes. Encontro-me em Miranda do Douro e vou quase de certeza aproveitar para ver os ranchos folclóricos, pauliteiros etc. O Verão é para viver a sério, e não precisamos de praia.
Cumprimentos.